Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Watcher Of Dreams

The Watcher Of Dreams

03
Mai18

Influenciar o futuro

C.

Ontem caiu-me uma oportunidade assim de pára-quedas lá na empresa. Uma colega minha não conseguiu ir à empresa e pediu-me para ir por ela falar com umas jovens provenientes de um bairro social. Tudo bem... no que é que eu me vim meter?

Lá me explicaram que iam ser seis jovens, provenientes de ambientes carenciados, e que o nosso objectivo seria mostrar-lhes que vale a pena focarmo-nos nos estudos, contar-lhes um bocadinho sobre o nosso percurso e o nosso trabalho. Como isto foi uma iniciativa no âmbito da semana das mulheres na tecnologia, só foram chamadas mulheres a falar. Éramos umas 5 ou 6.

Estamos a falar de raparigas entre os 14 e os 20 anos. Eu mantive-me calada maior parte do tempo, porque já sabia a lenga lenga que ia sair da minha boca quando a abrisse. A dada altura, uma amiga minha vira-se para mim e só me diz tão pá? e lá comecei eu a falar. 

Contei-lhes que cresci com os meus pais a dizerem que não podia ir para a faculdade. Seis caras admiradas. Contei que a menos de um ano das inscrições, decidi que ia para a faculdade. Que arranjei trabalho num restaurante, no qual trabalhei cinco anos durante todas as férias que tive, para fazer face às despesas. Expliquei que me candidatei a bolsa de estudo, mas que não tinha muita esperança, porque acabamos por ver os subsídios escolares atribuídos a quem tem dinheiro, enquanto nós que precisamos ficamos sem eles (olharam todas umas para as outras nesta parte, como quem diz oh meu deus, alguém que compreende), mas que a atribuição das bolsas de estudo é diferente.

Disse que consegui acabar o curso em seis anos, que fui logo contratada. Que o segredo é lutar e nunca desistir. Que vão chorar baba e ranho até chegarem ao nível onde eu cheguei, mas que vai valer a pena. Que lutarem compensa. E provarem aos outros que são capazes também compensa.

Estavam na sala colegas lá da empresa que nunca tinham falado comigo e eu estava reticente em partilhar estas coisas por essa razão, mas valeu a pena. Valeu a pena pelo brilho que vi em alguns olhos.

Esta iniciativa acabou por ser muito importante para mim porque se há coisa que eu gosto é de partilhar o meu caminho. Porque tenho esperança que sirva de inspiração a alguém para lutarem por um futuro melhor.

Vale sempre a pena lutar. Custa tanto. Parece que a luta nunca mais acaba... mas vale tanto a pena.

Mais sobre mim

foto do autor

Free Delivery on all Calendars at the Book Depository