Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Watcher Of Dreams

The Watcher Of Dreams

01
Abr18

Falta de confiança

C.

Uma amiga minha é uma espécie de assistente social. Na semana passada foi-lhe atribuído um caso novo. Uma das pessoas envolvidas achou por bem ameaçá-la. Foi ao local de trabalho dela, bêbado, a dizer que a ia perseguir e fazer mais N coisas se ela não tomasse uma certa acção no sentido do caso.

Quando ela chamou a polícia, à primeira nem se deram ao trabalho de lá ir. À segunda foram, porque o homem tentou entrar no edifício.

Além de lhe perguntarem se ela tinha a certeza que tinha sido ameaçada por aquele homem, perguntaram se ela ainda o queria atender.

Ninguém registou o incidente no sistema. Nem sequer foi preenchido um relatório sobre o incidente.

Assim ficou uma pessoa que trabalha todos os dias no sentido de melhorar a vida das nossas crianças completamente desprotegida. Porque a polícia acreditou na palavra de um bêbado e não na palavra de uma profissional. Três polícias e nenhum acreditou nela.

Liguei ao meu irmão e ele respondeu-me "nessas situações, é tentar nunca estar sozinha...se houver uma testemunha, a polícia tem que acreditar".

Então, isto significa que para a polícia acreditar que uma pessoa foi ameaçada, tem que haver uma testemunha? Caso contrário, quem nos ameaçou pode convencer o polícia de que não houve ameaça nenhuma?

Perde-se um bocado a confiança nas nossas forças políciais com situações destas. 

Mais sobre mim

foto do autor

Free Delivery on all Calendars at the Book Depository