Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Watcher Of Dreams

The Watcher Of Dreams

10
Jan18

Então como foi o vosso dia?

C.

O meu foi mais ou menos assim:

Cliente: Queremos isto em produção.

C: Quero que testem as coisas primeiro.

Cliente: Queremos isto em produção.

C: Quero que testem as coisas primeiro.

Cliente: Queremos isto em produção.

C: Ah querem? Então depois não digam que não vos avisei.

Adivinhem? Antes das 19h tínhamos e-mail do cliente a queixar-se de erros que poderiam ter sido evitados se me tivesse dado ouvidos. Mas não, dar ouvidos à miúda? Para quê?

Eu posso ser muito pessimista relativamente às minhas capacidades, mas sei exactamente quando alguma coisa vai falhar. Porque fui eu que fiz e porque há certas coisas que eu não posso testar, só o cliente é que pode. E eu sabia que isto ia falhar porque nunca tinha feito isto na vida e andei a adivinhar o que precisava de ser feito. 

O código é meu. Sou eu que o corrijo e sou eu que o faço. Por isso deviam dar ouvidos ao programador quando ele diz que as features da aplicação não estão prontas para entrar em produção e que os testes deviam ser feitos em ambiente de qualidade.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Free Delivery on all Calendars at the Book Depository