Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Watcher Of Dreams

The Watcher Of Dreams

14
Mar18

Às mentes brilhantes

C.

 

Como cientista que me considero, apesar de não estar a trabalhar na área, sinto a morte do Stephen Hawking como algo pessoal. 

Uma pessoa que, quando era mais nova que eu, foi diagnosticada com uma das piores doenças que existe e que a partir desse dia teve todos os dias da sua vida contados.

Independentemente das dificuldades por que passou, das quais nenhum de nós sabe nada porque somos uns sortudos, lutou com unhas e dentes para transmitir conhecimento. Além de transmitir conhecimento, preocupou-se com a formulação de novas teorias que explicassem a raiz do que para nós é comum. Sou da opinião que hoje em dia não existem génios. Que na minha geração não existem génios. Temos outro tipo de oportunidades, outro tipo de conhecimento, mas muito poucos são os que irão conseguir formular algo de raiz. Andamos aqui a comprovar as teorias de Einstein, Newton e outros tantos.

Hawking era uma mente como já não existem. Apesar da doença, que tinha tudo para o levar a um estado de pura senelidade, mantinha-se são e com opiniões bastante relevantes para a actualidade. 

Quando li a notícia hoje de manhã, a primeira coisa que pensei foi mas que raio ando a fazer com a minha vida? não ando a fazer nada importante. Podia, e devia, estar a aproveitar o curso que tirei para fazer coisas mais importantes do que as que faço. Podia, e devia, estar a aproveitar o meu tempo livre para absorver conhecimento.

Não deixemos que o legado dele seja desperdiçado.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Free Delivery on all Calendars at the Book Depository