Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Watcher Of Dreams

The Watcher Of Dreams

01
Mar18

Às famílias

C.

Sou uma sortuda. Não podemos discutir neste ponto.

Independentemente do que está mal ou deixa de estar, do que consigo ou não fazer, sou uma sortuda.

Algumas de vocês seguem-me no instagram e já devem ter percebido o amor que tenho às pessoas com quem trabalho. Daí dizer que sou uma sortuda. Quantas pessoas podem dizer que adoram, de coração, as pessoas com quem trabalham?

Eles são meus amigos. São uma família. Estamos sempre às turras uns com os outros e cinco minutos depois já está tudo bem.

Ontem o meu F. foi-se embora e, no e-mail de despedida, dizia que a melhor coisa da experiência nesta empresa foram as pessoas. Um dia que me vá embora, vou dizer exactamente a mesma coisa. 

Digo-vos mais: vou adiar a minha saída da empresa, com toda a certeza, por causa das pessoas. Porque mesmo que encontre outra família, noutra empresa, nada vai conseguir substituir estas pessoas maravilhosas.

Os clientes podem ser chatos, podem pagar abaixo do valor de mercado, a gerência pode não ser a melhor, o trabalho às vezes pode fazer doer o cérebro. A questão é que as pessoas valem ouro. Nem vos consigo explicar o quanto gosto deles.

Sou uma sortuda. Mesmo que estando doente, mesmo que os meus pais nunca me consigam ajudar, mesmo tendo que me esforçar o dobro.

Sou uma sortuda.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Free Delivery on all Calendars at the Book Depository